Elton

Elton

Elton Fensterseifer

Um legítimo Camisa 5 (matéria reproduzida da Revista do Inter nº 45)

Centromédio que atuou ao lado de Garrincha no Botafogo foi um dos principais meio-campistas dos anos 60

Por Bruno Pantaleoni

Centromédio destro, de força e movimentação, Elton Fensterseifer foi um  camisa 5 dos mais tradicionais do Inter nos anos 60.  Contratado pelo então diretor de futebol, Arthur Dallegrave, em 1965, Elton veio do Botafogo, do Rio, onde atuou  ao lado de Jairizinho, Garrincha e Nilton Santos por dois anos. “Eu corria de uma área até a outra o tempo inteiro. Naquela época o esquema de jogo era um 4-2-4, e fazia parte dessa linha de dois. Eu tinha que atacar e defender. Sempre fiz muitos gols também”, conta o ex-jogador, que para atuar no Inter, precisou entrar em acordo com o clube carioca. Prometeu renovar o contrato por mais um ano, desde que pudesse na temporada seguinte ir para o time gaúcho.

Uma das preocupações na época era a aceitação por parte da torcida colorada, por ter atuado no rival, antes de se transferir para o Botafogo. “Não sei se bem ou mal, mas fui ídolo do lado de lá. E aí, cheguei aqui pensando que não iriam me receber bem.  Mas foi o contrário:  a torcida do Internacional me recebeu de uma maneira espetacular e não me vaiou nunca”. Por demonstrações como esta Elton passou a se declarar colorado. “A torcida do Internacional é uma torcida diferente, incentiva sempre. Quando era Gre-Nal e eu estava do outro lado, a gente comentava que a torcida colorada não parava de apoiar nunca”, recorda Elton com um sorriso.

Outra ocasião que emociona Elton foi quando, nos Eucaliptos, em uma partida válida pelo Gauchão, o sistema de alto-falantes anunciou seu aniversário. A torcida colorada no estádio demonstrou seu carinho e admiração pelo jogador quando cantou o “Parabéns a você”. “Este foi o momento de maior alegria que tive no clube. Naquele dia nem joguei nada, de tão emocionado que fiquei”, lembra.

No Torneio Roberto Gomes Pedrosa, o Robertão, uma espécie de “ensaio” do Campeonato Brasileiro disputado entre os anos de 67 e 70, Elton esteve na equipe colorada que foi duas vezes vice campeã, em 67 e 68. Na edição de 67, foi escolhido como um dos melhores jogadores.

Elton fez ainda parte da base inicial do Inter que pintou o Rio Grande do Sul de vermelho por oito campeonatos seguidos, desde a inauguração do Beira-Rio em 1969. Parou de jogar em 1970, porém não parou de trabalhar no Inter.  Após a aposentadoria dos gramados, Elton criou o departamento de ex-atletas, que tem o objetivo de manter os ex-jogadores colorados próximos ao Clube.  Exerceu esta função até 1993 e voltou a trabalhar nela quando o ex-presidente Fernando Carvalho foi eleito.


No detalhe, Elton Fensterseifer (E)



Voltar
Loja Virtual